Quinta, 08 de junho de 2017

Arcos de Esperança

Rede de empresas que opera a marca McDonald’s em 20 países da América Latina adere à “carne verde”, o outro nome da pecuária sustentável

Hiram Firmino - hiram@souecologico.com



font_add font_delete printer
Segundo Grinberg, o McDonalds é a primeira rede de fast-food a adquirir carne bovina sustentável

Segundo Grinberg, o McDonalds é a primeira rede de fast-food a adquirir carne bovina sustentável

Exatamente uma semana após a circulação da última edição da Revista Ecológico, “E a carne verde, Maggi?”, a primeira resposta positiva a favor da pecuária sustentável no país não partiu do ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi, como era de se esperar. Mas, sim, de maneira surpreendente, da Arcos Dorados, rede de empresas operadoras da marca e produtos McDonald’s no Brasil. Pioneira no segmento, ela anunciou que, doravante, seus parceiros passarão a comprar somente carne produzida em áreas com práticas sustentáveis.

O anúncio de um McDonald’s não apenas “feliz”, como diz seu tradicional slogan, mas também “ecológico”, foi confirmado em Belo Horizonte pelo jornalista David Grinberg, diretor de Comunicação Cooporativa do Mc Donald’s Brasil.

Durante almoço com a mídia especializada, a exemplo de várias outras práticas socioambientais já adotadas internamente, como a compra de produtos somente orgânicos e sem agrotóxicos, advindos de agricultores familiares de subsistência, ele garantiu o pioneirismo da decisão tomada pela divisão brasileira da Arcos Dorados.

A empresa, que administra a marca McDonald’s em 19 outros países da América Latina, será a primeira do segmento de serviço rápido a adquirir carne bovina proveniente de regiões verificadas como sustentáveis. O projeto iniciará com a compra de 250 toneladas por ano até atingir 100% em toda a rede de lanchonetes.

Via material informativo distribuído durante o encontro com os jornalistas, a Arcos demonstrou já ter um longo histórico de investimentos em iniciativas sustentáveis e tem como desafio diário encontrar novas oportunidades dentro de sua área de atuação.

 

Parceiros sustentáveis: Fernando Sampaio (GTPS),  Francisco Beduschi (ICV), Daniel Scheleigner e Leonardo Lima (Arcos Dorados) e Laurent Micol (Pecsa)

 

Maior franquia

A Arcos Dorados é a maior franquia McDonald’s do mundo, tanto em vendas totais do sistema como em número de restaurantes. A Companhia é a maior rede de serviço rápido de alimentação da América Latina e Caribe, com direitos exclusivos de possuir, operar e conceder franquias de restaurantes McDonald’s em 20 países e territórios, incluindo Argentina, Aruba, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Curaçao, Equador, Guiana Francesa, Guadalupe, Martinica, México, Panamá, Peru, Porto Rico, St. Croix, St. Thomas, Trinidad & Tobago, Uruguai e Venezuela. A Companhia opera ou franqueia mais de 2.100 restaurantes McDonald’s com mais de 90.000 funcionários e é reconhecida como uma das melhores empresas para se trabalhar na América Latina. A Arcos Dorados está listada na Bolsa de Valores de Nova York (NYSE: ARCO).  Para saber mais: www.arcosdorados.com/ir

 

A esperança de uma pecuária sustentável

Os desafios mais relevantes da pecuária no Brasil são evitar o desmatamento (foto acima) e aumentar a eficiência e produtividade - produzindo mais na mesma quantidade de terra, respeitando os aspectos éticos, humanos e ambientais. Em 2011, o McDonald’s desempenhou um papel fundamental de liderança na criação da “Mesa Redonda Global para Carne Sustentável (GRSB)”, responsável por desenvolver um conjunto global de princípios e critérios para a carne bovina sustentável. Para ser considerado sustentável, o pecuarista deve cumprir os requisitos abaixo:

- Atender aos critérios de desmatamento zero;

- Não estar localizado em Unidades de Conservação (UCs) e áreas indígenas;

- Não ter trabalho análogo ao escravo ou trabalho infantil;

- Atender aos indicadores e critérios do GTPS;

- Passar por auditoria de verificação por terceiros.

 

McDonald’s ecológico? Confira os depoimentos dos principais executivos da Arcos Dorados e alguns de seus parceiros

 

Compromisso verde

“Somos uma empresa cujo principal produto é feito de carne bovina, por isso ocupamos um papel fundamental nessa cadeia produtiva. Com esse projeto de pecuária sustentável, vamos contribuir diretamente para a conservação do meio ambiente, além de estimular o seu consumo responsável. Essa conquista só foi possível graças à histórica preocupação do McDonald’s com a sustentabilidade, um assunto prioritário dentro da companhia. Prova disso são as certificações que foram conquistadas junto a entidades de relevância no setor, como a MSC para o peixe do McFish, a FSC para as nossas embalagens, e a Rainforest Alliance para o nosso café. Temos orgulho por sermos pioneiros em mais um avanço sustentável, sempre contando com o indispensável apoio de nossos parceiros e do Grupo de Trabalho da Pecuária Sustentável (GTPS).

A primeira remessa de carne será proveniente do Programa Novo Campo, que fica no município de Alta Floresta, no norte de Mato Grosso. O projeto foi implementado pela empresa Pecuária Sustentável da Amazônia (Pecsa), responsável por captar recursos financeiros e implantar as boas práticas nas fazendas, conjuntamente com o Instituto Centro de Vida (ICV), responsável pelo monitoramento das práticas. A JBS é parceira do Novo Campo, garantindo a compra e o processamento da carne.”

Leonardo Lima, diretor de Sustentabilidade da Arcos Dorados

 

Novo valor

“A iniciativa tem grande valor. A cada dia está mais difícil para o produtor rural continuar na atividade sem se preocupar com sustentabilidade. E isso é sentido até pela própria demanda do consumidor, que já começa a exigir carne com rastreabilidade, que não tenha origem em áreas ilegalmente desmatadas ou de qualquer exploração irregular.”

Fernando Sampaio, presidente do GTPS

 

Futuro novo

“Temos orgulho de ter iniciado e contribuído efetivamente na construção do Programa Novo Campo. Nossos esforços agora são para consolidar essa cadeia de pecuária sustentável. Atuaremos diretamente no monitoramento dos requisitos legais, produtivos, ambientais e sociais, bem como dos compromissos assumidos por todos os envolvidos, para o estabelecimento de uma pecuária sem desmatamento. Assim, garantimos a segurança e a confiança necessárias para agregarmos parceiros de todos os elos da cadeia produtiva, como aconteceu com o McDonald’s, que compartilham desse mesmo objetivo.”

Francisco Beduschi, coordenador da Iniciativa de Pecuária Sustentável do ICV

 

Parceria promissora

“Para a Pecsa, que é pioneira na Amazônia em dar garantia total da origem dos animais, a parceria com a McDonald’s é muito promissora, pois é uma empresa líder de mercado que está se colocando para ser parte da solução da cadeia da pecuária. Isso abre um caminho que outros grandes compradores de carne poderão seguir.”

Vando Telles, diretor-executivo da Pecsa.

 

Compartilhe

Comentários

Nenhum comentario cadastrado

Escreva um novo comentário
Outras matérias desta edição