Terça, 00 de 07 de 0000

As ervas de Guião

Jornalista e especialista em plantas medicinais mostra como os chás são aliados simples e poderosos para se viver de forma saudável

Fernanda Mann - redacao@souecologico.com.br



font_add font_delete printer

Jornalista e especialista em plantas medicinais mostra como os chás são aliados simples e poderosos para se viver de forma saudável

 

Jornalista de formação, o mineiro Marcos Guião tem um olhar curioso e atento por natureza. E isso o ajudou a desenvolver seu projeto de vida mais ecológico e audacioso: montar uma ervanaria para disseminar os conhecimentos sobre plantas medicinais, que aprendeu ao longo de 25 anos.

Durante esse tempo, Guião aprofundou seus estudos e pesquisou a complexidade e as diferentes possibilidades de se trabalhar com fitoterápicos. Em suas andanças pelo sertão e pelas matas verdes das Minas Gerais - principalmente em São Gonçalo do Rio das Pedras, onde mora com a esposa e os dois filhos -, descobriu a força poderosa, benéfica e complementar das plantas, por meio dos chás, no tratamento de doenças. Uma sabedoria milenar que pode ser uma aliada à medicina tradicional.

A ideia da ervanaria nasceu com a intenção inocente de zelar pela saúde da família de forma mais amorosa e simples. Depois veio a necessidade de estudar mais para beneficiar um número maior de pessoas. “Queria proporcionar a todos uma melhor qualidade de vida, um outro olhar sobre as plantas e suas propriedades. Acabei me enveredando também pela acupuntura, massoterapia e o shiatsu para agregar mais conhecimento.”

Para Guião, a ervanaria é a “cereja do bolo” de todo o valioso acervo de conhecimento que guardou até hoje. E, ainda, uma forma de manter vivas as tradições do povo do interior de Minas. “Chá é algo de domínio público. Todo mundo pode fazer. Quando as pessoas entram em contato com a simplicidade, elas encontram a felicidade. O chá tem esse poder!”, conta.

Na ervanaria, cuja sede é em São Gonçalo do Rio das Pedras, cada chá é preparado cuidadosamente pela equipe. Um trabalho minucioso desenvolvido com muito carinho, desde o reconhecimento, identificação e coleta de espécies medicinais nativas e exóticas, que obedecem às boas práticas de manejo sustentável, até o plantio e preparo de mudas de espécies medicinais.

O processo de beneficiamento das plantas segue um padrão que visa otimizar a conservação de suas propriedades medicinais: elas são desidratadas quase que integralmente por meio da “secagem solar”, a partir de uma tecnologia simples que pode ser adaptada à realidade local.

 

No site www.ervanariamarcosguiao.com é possível conhecer toda a linha de chás e seus usos, além de informações sobre as plantas e o organismo humano. Uma oportunidade de tratar da saúde de maneira natural e sustentável, complementando tratamentos médicos convencionais. “Não há disputa com as linhas terapêuticas existentes. Elas são importantíssimas. A ideia é somar, em prol da saúde, e não dividir”, ressalta o especialista. Os produtos da ervanaria também podem ser encontrados na Casa Horta, loja localizada no Boulevard Shopping em Belo Horizonte.

 

Conhecimento compartilhado

Há 12 anos Guião trabalha como instrutor de plantas medicinais e aromáticas pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), que promove a formação de profissionais rurais. Esse trabalho lhe deu a oportunidade de reunir um vasto conhecimento popular adquirido nascomunidades por onde passou. “Como vou onde o agricultor está, viajo pelos núcleos e interiores do estado, escuto muitos causos e tenho contato com diversas plantas diferentes. Foi assim que me especializou em espécies da flora do Cerrado, bioma considerado a farmácia brasileira por ter o maior número e variedade de espécies medicinais vegetais”, conta.

A sabedoria adquirida com as idas e vindas ao campo é generosamente compartilhada por Guião durante as aulas que ministra pelo Senar e também nos cursos vivenciais que promove aos finais de semana em São Gonçalo do Rio das Pedras. São dois formatos de cursos: um mais abrangente, com duração de uma semana, onde são repassadas informações básicas para quem pretende começar a trabalhar com os fitoterápicos. E outro distribuído em módulos, que são realizados nos finais de semana. Neste curso, a relação das plantas com os sistemas orgânicos são trabalhados e separados por temas específicos.

Os participantes podem escolher entre cursar todos os módulos ou apenas os que mais lhe interessam, como, por exemplo, a contribuição das plantas medicinais para o sistema respiratório, digestivo  ou músculo-esquelético. A metodologia de trabalho é totalmente prática: os estudantes são colocados em contato com as plantas em todas as partes do processo. Desde o reconhecimento das espécies na mata, sua colheita, propriedades das plantas utilizadas até o processamento e a utilização das técnicas e metodologias de aplicação, como o chá.

“A natureza é nossa maior parceira e ensinar o ‘simples’ aprendido na lida com ela é outra paixão. Trabalhar na produção, coleta e beneficiamento de plantas para produção de chás medicinais, mais que um trabalho, é uma alegria”, afirma Guião.

Saiba mais

Entre os dias 22 e 27 de janeiro de 2018 será realizado o “Curso Vivencial de Plantas Medicinais”, em São Gonçalo do Rio das Pedras (MG). Para mais informações, acesse o site da Ervanaria ou contate (38) 98823-6119.

 

Compartilhe

Comentários

Nenhum comentario cadastrado

Escreva um novo comentário
Outras matérias desta edição