Terça, 14 de outubro de 2014

Céu de Brasília

Notícias sobre políticas ambientais

Vinícius Carvalho - redacao@revistaecologico.com.br



font_add font_delete printer

Salve o Cerrado!

O Ministério do Meio Ambiente anunciou investimentos de R$ 596 milhões para a prevenção e controle do desmatamento e das queimadas no Cerrado. A meta é reduzir o desmatamento do bioma em 40% até 2020. O percentual se refere à média de 15,7 mil km² registrada entre 1999 e 2008, o que significa alcançar um máximo de 9,42 mil km² de desmatamento anual. Apesar dos investimentos, o montante equivale a menos de 3% do que vai custar Belo Monte.

Mata Atlântica

O Brasil poderia preservar toda sua Mata Atlântica com apenas 0,01% do seu Produto Interno Bruto (PIB), estima um estudo publicado pela revista Science. Segundo os pesquisadores, cerca de R$ 443 milhões seriam suficientes para conservar a maioria das espécies, quantia que equivale a apenas 6,5% do que o Brasil investe em subsídios agrícolas.

Puxão de orelha em SP

A relatora da ONU para o direito à água, Catarina Albuquerque, afirmou que a crise da água em São Paulo não é culpa de São Pedro, mas das autoridades. “A responsabilidade é do Estado, que precisa garantir investimentos em momentos de abundância”, disse. Em nota, a Sabesp continua a insistir que não há racionamento nas 354 cidades onde opera.

Aves da Caatinga

O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) lançou, mês passado, o Plano de Ação Nacional para Conservação das Aves Ameaçadas de Extinção da Caatinga (PAN Aves da Caatinga). Serão dez espécies contempladas, incluindo o periquito-de-cara-suja, a jacucaca e o zabelê.

Desmatamento na Amazônia (I)

Uma área quase 18 vezes maior que a cidade de Belo Horizonte foi desmatada na Amazônia Legal entre agosto de 2012 e julho de 2013. Os dados, apresentados pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), apontam que a devastação foi 29% maior do que no período anterior.

Desmatamento na Amazônia (II)

Este é o primeiro aumento do índice de desmatamento da Amazônia Legal nos últimos quatro anos. Segundo o mapeamento, 5.891 km² da cobertura florestal foram derrubados, comparados aos 4.571 km² devastados entre 2011 e 2012.

Animais peçonhentos

Entre 2003 e 2013, o número de acidentes com animais peçonhentos saltou de 75.642 para 162.234 no Brasil, segundo dados do Ministério da Saúde. No caso de acidentes com escorpiões - que respondem por 79.481 notificações no ano passado -, o crescimento é atribuído à degradação do ambiente urbano.

 

Compartilhe

Comentários

Nenhum comentario cadastrado

Escreva um novo comentário
Outras matérias desta edição